Quinta, 14 Novembro 2013 08:08

Palavra de Esperança - 25/05/2014

Escrito por

palavra-de-esperanca2

Plantar com esperança. Colher com esperança. A vida é uma semeadura. E semeamos muitas sementes ao longo da vida. Sementes de estudos, trabalho, amizade, família, entre outras. E por que semeamos? Semeamos porque temos esperança de colher.

Espalhamos nossos esforços pela vida afora. E esperamos colher os frutos desse trabalho. Queremos ser bem formados. Desejamos um trabalho significativo. Aspiramos amizades verdadeiras. Pretendemos uma família estável. Por isso semeamos.

Muitas vezes, porém, você olha para a sua vida e vê que está incompleta. Falta um pouco mais de estudo. O trabalho ainda não satisfaz plenamente. As amizades estão sendo construídas. E sua família, por enquanto, não alcançou o almejado.

Mas é preciso lembrar o seguinte: cultivar a vida e colher os frutos é um trabalho que nunca acaba. E que nem sempre depende apenas de você. Por isso, tenha em mente que, tanto a pessoa que planta como a que colhe devem fazer o seu trabalho na esperança de receber a sua parte da colheita. (1 Coríntios 9.10).

 Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 14 Novembro 2013 08:08

Palavra de Esperança - 23/02/2014

Escrito por

palavra-de-esperanca2

Sua esperança de dias melhores foi “pro beleléu”, morreu antes da hora?! Que coisa aterradora, né?! Apesar de o ditado popular dizer que “a esperança é a última que morre”, muitas esperanças são sepultadas na véspera.

Nos dias atuais, as pessoas sofrem do mal da desesperança, da falta de fé, da falta de sentido em suas vidas. O horizonte, que se apresenta diante delas, anuncia as tempestades da vida imersa em uma grande e ameaçadora nuvem negra.

Elas olham para o futuro que está logo ali e se perguntam pela esperança, pela fé e pelo sentido da vida. Em momentos tão densos é bom e necessário que nos lembremos das palavras gravadas na memória da Palavra de Deus: Abraão creu na esperança, mesmo quando não havia motivo para ter esperança... (Romanos 4.18).

O sentido da vida desse homem de Deus estava bem nebuloso por causa das circunstâncias tão adversas. E mesmo quando nada parecia fazer o menor sentido, ele simplesmente creu na esperança. O que mais ele podia fazer? O que, além de crer, você pode fazer? Creia!

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 14 Novembro 2013 08:08

Palavra de Esperança - 16/03/2014

Escrito por

palavra-de-esperanca2

Há muita gente desapontada por ai. E há muitos motivos para tanto desapontamento. As pessoas se decepcionam por causa do trabalho, por causa dos filhos, por causa da esposa ou esposo, por causa de si próprio e por tantos outros motivos.

Além disso, as pessoas também desiludem as outras. Desiludem, muitas vezes, porque não atendem as expectativas dos professores, dos pais, do namorado, da namorada, e assim vai.

Frente a um mundo de desapontamento, decepção e desilusão, o que podemos fazer? Qual a nossa atitude diante de tal quadro? Pra começar, nós podemos afirmar com força que “a esperança nunca nos desaponta, pois o amor de Deus tem sido derramado em nosso coração...” (Romanos 5.5).

Imagine você, se em meio a tudo isso Deus nos decepcionasse?! Seria o fim! Mas o Senhor nos sustenta com uma esperança firme e segura. Esperança tão certa, que nunca nos frustrará; nunca nos deixará na mão; nunca nos desapontará, pois que ela aponta para o próprio Deus e sua salvação.

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 14 Novembro 2013 08:08

Palavra de Esperança - 06/04/2014

Escrito por

palavra-de-esperanca2

A esperança é invisível aos nossos olhos. É assim que Paulo completa a frase em Romanos 8.24 ao dizer: Mas se nós vemos o que esperamos isso não é esperança – afinal, quem espera o que já vê? É uma grande verdade, não é mesmo!

Ao falar da nossa de redenção, como expectativa futura, o Apóstolo nos faz lançar os olhos para muito além do presente. Um presente de sofrimentos, corrupção, escravidão ao pecado, gemidos e toda sorte de coisas contrárias à vontade de Deus.

Mas não se enganem! Este nosso olhar posto no futuro recria a esperança para o nosso dia a dia. Não nos tira do mundo como podem pensar alguns. Não, não! Não somos alienígenas, mas peregrinos. Não em uma terra estranha, mas no mundo do nosso Deus.

Por isso, nós e nossa casa, a mãe Terra, nos nutrimos da promessa de nossa redenção final. O planeta e nós somos alimentados de uma esperança invisível. Não podemos vê-la, a temos como certa. Isso é esperança. Esperança que mantém nossos pés no chão e nossos olhos no futuro, anunciando e construindo o Reino de Deus.

 Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 14 Novembro 2013 08:08

Palavra de Esperança - 01/12/2013

Escrito por

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

À espera de um milagre! Você também está esperando um milagre na sua vida? Pois, saiba que chegou o tempo de renovar as esperanças. Chegou o tempo de cantar de alegria, pois o Senhor se mostrou favorável aos homens.

Acaz, Rei de Judá, estava numa boa enrascada. Ameaçado pelos inimigos, viu-se num beco sem saída. Tremia como vara verde. Ele também estava à espera de um milagre.

E Deus interveio de forma maravilhosa: O Senhor dará um sinal milagroso a você. Preste atenção: a moça ficará grávida e dará à luz um filho; eles o chamarão Emanuel. (Isaías 7.14). Emanuel – Deus conosco. Eis o milagre.

É tempo de advento e somos conclamados pelos anjos do céu a cantar e anunciar o milagre que se fez carne. Por isso, já não estamos mais à espera de um milagre, pois Ele já aconteceu.

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 14 Novembro 2013 08:08

Palavra de Esperança - 22/12/2013

Escrito por

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

É Natal! Glória a Deus nas alturas e paz na terra entre as pessoas a quem Ele quer bem. Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado. Nasceu o salvador, que é Cristo, o Senhor.

Eis as boas novas de grande alegria e contentamento. Para as pessoas que jazem no vale da sombra e da morte raiou a luz e para aqueles que andavam nas trevas brilhou o sol da justiça.

E tão boa notícia é para todos os que creem desde que um anjo proclamou o primeiro Natal. Aos pastores nos campos, aos magos no Oriente, a nós no Ocidente. E ouvimos a sua voz, cheia de graça e verdade e amor e esperança.

Ah! Eis que um anjo O anuncia nos sinos das catedrais. E uma fraca luz de vela que emana das periferias do mundo insiste em apontar que ali se encontra o Salvador, o Messias prometido, Jesus o portador da esperança das nações.

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
As Parábolas de Jesus
RECEBA ESTE E-BOOK GRÁTIS


Digite o seu nome e o seu email abaixo para receber este incrível e-book sobre as Parábolas de Jesus.