JR.Cristofani

JR.Cristofani

Doutor e Mestre em Teologia | Especialista em Educação e Novas Tecnologias.

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 22/09/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

Não me dê falsas esperanças! Você já deve ter ouvido esta frase. Ou esta aqui: Não devemos dar falsas esperanças para as pessoas. Seja prometendo a elas o que não podemos cumprir ou alimentando ilusões em seus corações.

Com a esperança dos outros não se brinca, ainda mais com a esperança da vida eterna. Veja o que diz Jeremias 23.16: Assim diz o Senhor dos Exércitos: Não escutem o que os profetas dizem, pois eles estão iludindo vocês com falsas esperanças. Dizem coisas do seu próprio coração e não palavras que vem da boca do Senhor.

As palavras são meios poderosos para se criar um sentimento de segurança, afeição e acolhimento. Quando ditas em nome do Senhor, seu poder se amplifica ao infinito. Porém, há quem iluda o povo com palavras do seu próprio coração e não de Deus. Fique atento e não dê ouvidos para os falsos profetas que criam falsas esperanças.

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 20/10/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

Quando você planta uma pequena semente num vaso com terra, ela fica escondida ali até brotar. Mas para que ela brote você precisa molhá-la todos os dias. Você não pode se esquecer de regar a semente.

A esperança é uma semente plantada dentro do nosso coração. É preciso regar esta semente todos os dias. Regar, neste caso, é recordar as palavras de Deus, pois são elas que nos dão esperança.

Em Lamentações 3.21-22 ouvimos um sofredor dizer: Recordo em meu coração palavras que me dão esperança. As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos.

Assim, a semente da esperança brota e cresce em nosso coração, quando lembramos, diariamente, das palavras do Senhor. Quando trazemos à memória, todos os dias, a voz consoladora e animadora do nosso Deus. Lembre-se de regar sua esperança a cada manhã. Relembre em seu coração as palavras de misericórdia do Senhor.

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 10/11/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

Com esperança Messiânica: é assim que termina o Antigo Testamento. A expressão “prisioneiros da esperança” da exortação: Voltem à segurança, oh prisioneiros da esperança. Vou reparar em dobro o que receberam. (Zacarias 9.12) é um grito anunciador da vinda do Messias.

Longe da terra, trazidos de volta, o profeta anuncia aos cativos a libertação. Alimenta a esperança deles com um anúncio de salvação, com uma profecia do Messias que realizará a esperança do povo.

“Prisioneiros da esperança” são aqueles que se encontram no fundo do poço. São aquelas pessoas que estão sofrendo, cativas. Para elas a boa notícia é que o Rei humilde vem para promover a paz e dar a segurança de uma fortaleza.

O Antigo Testamento aponta para o novo momento que está por vir. O tempo do Messias, a esperança das nações, dos cativos, dos humildes de coração, dos que tem fome e sede de justiça. Vem, Senhor Jesus!

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 18/08/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

Todos os dias nós ouvimos histórias de pessoas decepcionadas com sua esperança. É comum encontrarmos gente que teve sua esperança frustrada de alguma maneira. Isso é bem comum, não é mesmo?! É bastante comum e bem antigo na história da humanidade.

Você já parou para se perguntar o “por que” das pessoas sofrerem tanto por causa de falsas esperanças? Não? Seria bom descobrirmos o que causa tanta desesperança assim. Uma pista nós encontramos em Isaías 20.5: Então ficarão frustrados e decepcionados os que depositaram sua esperança na Etiópia e seu orgulho no Egito.

Um dos motivos de tanta decepção é porque muita gente coloca sua esperança sobre pessoas erradas. Elas esperam ajuda, libertação, salvação, mas na hora H não recebem nada disso e ficam envergonhadas e confusas. Por isso, veja lá onde você está depositando sua esperança, hein!

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 08/09/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

Como pode o peixe vivo, viver fora da água fria. Como poderei viver, sem a tua, sem a tua companhia? Lembrou? Linda canção da nossa infância não é mesmo?! Linda e verdadeira. Como pode a vida prosseguir sem o essencial? Água e a companhia de alguém são vitais em nossa vida.

Jeremias que o diga. E ele disse, mesmo que de uma forma avessa: Ó Senhor, Esperança de Israel! Todos aqueles que te deixam serão envergonhados ... porque abandonam o Senhor, a fonte das águas vivas. (17.13). Aqui, a companhia de quem nos ama e a fonte das águas vivas, se encontram em uma só pessoa: Deus.

Quantas vezes deixamos o Senhor de lado por acreditarmos que temos coisas mais essenciais na vida. Engano profundo e desastroso. Pois, não podemos viver sem a essência da vida, sem a companhia Daquele que faz jorrar água viva de nosso ser.

Nossa esperança está na fonte eterna. Então, por que abandoná-la?!

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 29/09/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

O tempo passa, o tempo voa, o futuro chega e a esperança continua numa boa. Você, que confia no Senhor, pode cantar canções de júbilo pela bênção de um futuro feliz. Feliz e prolongando pela e para a nossa descendência.

Quando em grandes dificuldades sofremos falta de perspectiva e o futuro se nos apresenta incerto, então é hora de relembrarmos a Palavra de Deus como escrita por Jeremias 31.17: Há esperança para ti no futuro, diz o Senhor, porque teus filhos voltarão para os seus territórios.

Por que ficar desolado achando que a vida se limita aos dias de hoje. Não! A vida na companhia do Senhor traz esperança. Uma esperança vívida que prossegue para além de nós mesmos. Uma esperança que alcança as gerações futuras e repousa sobre nossos filhos.

A boa nova é que nossa herança será levada adiante pelos nossos filhos. Eles herdarão as bênçãos da fé, da esperança e do amor.

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 27/10/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

Você se lembra de “Vidas Secas”, obra de Graciliano Ramos? Nela o autor estabelece um contraste entre a possibilidade da abundância da “vida” e a falta dela causada pela “seca”. Vida que fenece castigada pela seca do sertão nordestino. Vida que perece sem esperança.

Tal qual “Vidas Secas”, o vale dos ossos secos de Ezequiel 37.11 revela o mesmo cenário de desolação e tristeza: “... Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a nossa esperança; estamos perdidos.”

A vida desmantelada por uma situação de sequidão de espírito é o que ambos, as vítimas da seca no nordeste e Israel no exílio, experimentam. E nós diversas vezes experimentamos também. Uma vida seca, sem brilho no olhar, sem forças para sonhar, sem ânimo para prosseguir.

Entretanto, o sopro do Espírito do Senhor renova toda a nossa vida, enche nosso coração de alegria, nossa boca de riso, nossa alma de esperança. Invoquemos, portanto, a força e poder do Senhor!

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 25/08/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

Como você se sente hoje? Angustiada? Angustiado? Milhões de pessoas, neste exato momento passam por angústias e dificuldades. E o pior é que elas não vêm nenhuma saída para esse sofrimento. Elas estão carregadas de tribulação. E arrastam esse peso nos ombros.

Você e eu sabemos que a angústia é um mal que aflige a humanidade desde o início. Mas, como eu, você também sabe que por mais que a situação seja desesperadora, sempre há uma chance de alívio. Você sabe onde encontrá-la? Sabe a quem recorrer em todo o tempo, nas dificuldades especialmente?

Ouça a palavra abençoadora de Jeremias: Ó Esperança de Israel e Salvador no tempo da angústia (14.8). Esse é um clamor declarativo que alivia as dores da alma. Essas palavras são como um bálsamo sobre os ombros cansados e castigados pelas cargas de sofrimento. Por isso, esperança e alívio somente em Deus, ok?!

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 15/09/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

Desse jeito não dá pra ter esperança mesmo! Pois eles dizem: Não há esperança, porque andaremos consoante os nossos projetos, e cada um fará segundo a dureza do seu coração maligno. (Jeremias 18.12).

Uma decisão equivocada pode acabar com toda e qualquer esperança. Quando uma pessoa decide seguir os seus próprios projetos de vida e viver conforme o seu próprio coração endurecido ela mata a esperança.

Ao escolher andar por conta e risco, as pessoas põem sua confiança unicamente em sua natureza humana. Natureza falha e limitada. Com isso não apenas rejeitam o projeto de Deus para suas vidas, como fazem ruir os alicerces da esperança.

Dar as costas para o Senhor não é uma deliberação sábia. Muito pelo contrário, é uma decisão tola e estúpida cujo risco é previsível e o resultado é: falta de esperança. Qual a sua decisão? Seus projetos ou o projeto de Deus para a sua vida? Qual vai ser?

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
Quinta, 15 Agosto 2013 07:08

Palavra de Esperança - 06/10/2013

Palavra de Esperança com Reverendo Cristofani

O ditado popular “De pai pra filho” é muito verdadeiro. A herança, por exemplo, se passa de pai pra filho. Assim também a esperança pode ser passada de pai pra filho. Mas o ditado “Tal pai tal filho” nem sempre é verdadeiro. Pois, nem sempre, ao receber algo do pai, o filho preserva.

Veja como isso acontece na vida de muita gente: Os filhos pecaram contra o Senhor, a morada da justiça, contra o Senhor, a esperança de seus pais. (Jeremias 50.7). Esses filhos receberam de seus pais, como herança, a fé no Senhor, a esperança dos pais.

Perguntamos então: E o que eles fizeram com essa herança bendita? Deram as costas para o Altíssimo, a morada da justiça. Eles rejeitaram o Senhor, a esperança de seus pais.

De pai pra filho, sim. Tal pai tal filho, nem sempre. Você recebeu de seus pais a herança da fé em Deus? Preserve-a! O Senhor foi a esperança deles e continua a ser a esperança de todas as gerações.

Reverendo José Roberto Cristofani

Compartilhe
As Parábolas de Jesus
RECEBA ESTE E-BOOK GRÁTIS


Digite o seu nome e o seu email abaixo para receber este incrível e-book sobre as Parábolas de Jesus.